domingo, 18 de fevereiro de 2018

DOUTOR RISADINHA RECOMENDA: DINHEIRO TRAZ FELICIDADE... ATÉ CERTO PONTO!


Olá pessoas risonhas, tudo certinho? Curtiram muito este Carnaval? Para celebrar este início de ano, compartilho com vocês uma pesquisa bem legal sobre a relação do dinheiro com a Felicidade. Ela foi publicada em 16/fev/18 no site português “zap.aeiou.pt” com o título: Cientistas descobriram quanto dinheiro precisamos para sermos felizes (e é surpreendente)”. Bóra lá!


Um novo estudo científico debruçou-se sobre a quantidade de dinheiro de que as pessoas precisam para se sentirem felizes. E as conclusões são surpreendentes, como admitem os próprios investigadores.

Uma nova pesquisa descobriu que há um limite máximo até ao qual ter elevados rendimentos é benéfico para um indivíduo, valor que está diretamente relacionado com o local onde se vive.

“Pode ser surpreendente, já que o que vemos na TV e aquilo que os publicitários nos dizem que precisamos indicam que não há um teto quando se trata de quanto dinheiro é necessário para a felicidade”, diz o autor principal do estudo, Andrew Jebb, citado num comunicado do Departamento de Ciências Psicológicas da Universidade Purdue, nos EUA.

Mas, na verdade, os dados desta pesquisa mostram que há um limite a partir do qual ter muito dinheiro pode ser prejudicial para o bem-estar das pessoas.

Os autores do estudo, publicado a semana passada na revista Nature Human Behaviour, recorreram aos dados do Gallup World Poll, inquérito mundial levado a cabo pela empresa de pesquisa de opinião norte-americana Gallup, relativos a mais de 1,7 milhões de pessoas de 164 países diferentes e com idades a partir dos 15 anos.

Estes participantes responderam a perguntas sobre o nível de satisfação, de bem-estar e sobre o poder de compra que gostariam de ter nas suas vidas.

Os resultados revelam que “o ponto ideal de rendimento ou de saciação se situa nos 76 mil euros para a satisfação geral com a vida e nos 48 a 60 mil euros para o bem-estar emocional”, destacam os investigadores.

A saciação é descrita por Jebb como “o ponto além do qual não se ganha mais felicidade” e a partir do qual “a satisfação diminui”. E de fato, “em certas partes do mundo, os rendimentos para lá da saciação são associados a avaliações de vida inferiores”, isto é, a uma menor satisfação global.

Os investigadores consideram que isto se explica pelo fato de o dinheiro suprir necessidades básicas, como pagar contas e comprar comida. Depois de cumprir essas metas, as pessoas são “impulsionadas por ganhos materiais e por comparações sociais que, em última instância, podem diminuir o seu bem-estar”, constatam.

Dinheiro é mais importante nos países mais ricos
O valor mais alto de rendimento, quanto à saciação global, foi detectado na Austrália e na Nova Zelândia, 100 mil euros. O nível de saciação mais baixo verificou-se na América Latina, com 28 mil euros. Na América do Norte, “o limiar para a felicidade é alcançado com um rendimento de 105 mil dólares” (mais de 84 mil euros).

Estes dados sugerem que “os rendimentos importam mais para indivíduos que vivem em nações mais ricas”, referem os autores da pesquisa. “As avaliações tendem a ser mais influenciadas pelos padrões mediante os quais os indivíduos se comparam com outras pessoas”, aponta Jebb.

Os autores da pesquisa não notaram qualquer diferença de gênero entre homens e mulheres, mas concluíram que “indivíduos com educação superior reportaram uma avaliação mais positiva da vida e do bem-estar emocional com um rendimento mais elevado” – circunstância que terá a ver com “as aspirações de rendimento” associadas a qualificações superiores, notam os investigadores.

Solicito à todos vocês que me ajudem na divulgação desta matéria, do blog Espaço do Riso e a tornarem-se SEGUIDORES para acompanhar tudo o que rola sobre os benefícios que o Riso e Bom Humor proporcionam à nossa saúde e relacionamentos pessoais e profissionais.

Sempre que precisar realizar eventos motivacionais, lembre-se de Marcelo Pinto – www.palestrantedobomhumor.com.br ! Desenvolvemos palestras e treinamentos criativos e com uma das melhores relações custo x benefício existentes no mercado.

Abraços, SORRIA E TENHA UM BOM DIA ®

ATENÇÃO! O Espaço do Riso não têm como objetivo diagnosticar ou tratar qualquer tipo de doença ou problemas físicos. Os artigos do blog são extraídos da própria internet, jornais e revistas. "Eles não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas"


segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

MARCELO PINTO apresenta: O MÉTODO S.M.I.L.E.


sábado, 9 de dezembro de 2017

DOUTOR RISADINHA REFORÇA: Rir ajuda a melhorar a memória


Olá pessoas risonhas, tudo certinho? Hoje compartilho o artigo abaixo que foi publicado na seção Saúde, Vida e Estilo do Portal Terra no dia 08 de dezembro de 2017 com o título “Rir realmente ajuda a melhorar a memória?”. Confiram na íntegra mais esta pesquisa que reforça o que sempre defendo em minhas palestras:


Diversos estudos realizados ao longo dos últimos anos apontaram que os benefícios de uma boa risada são maiores do que se imagnava. Além de deixar a pessoa mais feliz, rir ajuda a reduzir o stress, a relaxar, a controlar a pressão sanguínea, além de aumentar a tolerância à dor. Entretanto, uma afirmação sobre a risada ainda pairava no ar: ela realmente ajuda a melhorar a memória.

Para responder esta pergunta, um grupo de pesquisadores do Cognitive Neuroscience Center of Duke University, nos Estados Unidos, realizou uma série de experimentos na qual  pediam para que voluntários vissem fotografias de pessoas sorridentes e de pessoas sérias, seguidas de seus nomes.

Junto, escanearam seus cérebros na parte responsável pela memória - córtex orbitofrontal e hipocampo. O resultado, que foi publicado na revista Neuropsychologia, mostrou que essas regiões cerebrais tinham mais atividade quando as pessoas aprenderam e lembraram o nome dos sujeitos que sorriam nas fotos.

Além disso, estudos anteriores já demonstraram que o riso reduz a produção de um hormônio chamado cortisol, que está associado ao stress,  tensão e perda de memória. Você viu? Há cada vez mais evidências científicas de que você deve sorrir todos os dias.

Solicito à todos vocês que me ajudem na divulgação desta matéria, do blog Espaço do Riso e a tornarem-se SEGUIDORES para acompanhar tudo o que rola sobre os benefícios que o Riso e Bom Humor proporcionam à nossa saúde e relacionamentos pessoais e profissionais.

Sempre que precisar realizar eventos motivacionais, lembre-se de Marcelo Pinto – www.palestrantedobomhumor.com.br ! Desenvolvemos palestras e treinamentos criativos e com uma das melhores relações custo x benefício existentes no mercado.

Abraços, SORRIA E TENHA UM BOM DIA ®



ATENÇÃO! O Espaço do Riso não têm como objetivo diagnosticar ou tratar qualquer tipo de doença ou problemas físicos. Os artigos do blog são extraídos da própria internet, jornais e revistas. "Eles não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas"

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Entendendo e combatendo o ASSÉDIO MORAL: “Mas eu estava só brincando!

DIVIRTA-SE NA MEDIDA CERTA E COM BOM SENSO DO HUMOR


Brincadeiras de mau gosto e fora de hora e contexto, podem gerar um passivo trabalhista perigoso, com o surgimento de ações de Assédio Moral, tão frequentes especialmente durante as Convenções de Vendas. Aliás neste ponto é importante destacar o que “Não é Bom Humor”:

•     Rir compulsivamente e muito alto

•     Aplicar apelidos pejorativos e discriminatórios nos colegas

•     Contar piadas em excesso e preconceituosas

•     Falar de forma velada o que se quer com a desculpa de que “É só uma brincadeirinha !!!”, etc

Portanto, saiba dosar o nível do humor e aplicá-lo dentro do contexto e forma responsável, principalmente se você for o Líder. Cuidado com o Assédio Moral!!


Esse é o tema da Palestra “Entendendo e combatendo o ASSÉDIO MORAL: “Mas eu estava só brincando!”, que ministrarei no próximo dia 11 de dezembro de 2017 às 09 horas, no SINDUSFARMA – Sindicado das Indústrias Farmacêuticas de São Paulo, visando preparar preventivamente as Empresas e Organizações a fim de minimizar ou até mesmo evitar um passivo judicial originado por ações trabalhistas de Assédio Moral, o qual todos sabemos que ainda não é crime, mas vem gerando um onda crescente na Justiça Trabalhista de ações judiciais devido à rotineira ocorrência dentro das empresas.
  
E, existem várias maneiras de evitarmos este tipo de passivo judicial, em especial, o trabalhista, sendo este o principal foco desta palestra, que está atualizada com as novas regras previstas na Lei da Modernização Trabalhista vigente desde 11/11/17. Dentre as diversas dicas que serão apresentadas, recomendo à você adotar, algumas daquelas que adotei durante aproximadamente 30 anos que estive à frente da área de RH e Jurídica Trabalhista, ora como advogado, ora como gerente, ora como ombudsman interno.

Dentre as práticas destaco as seguintes:

•        Treinamento Contínuo de Prepostos – uma vez que o processo judicial sempre recai sobre a empresa, por conta da sua responsabilidade objetiva neste caso, ou seja, a empresa é sempre a responsável pelos seus empregados;

•        Código de Ética/Regulamento Interno – devendo trazer capítulo específico tratando do tema de forma a que nenhum empregado possa alegar desconhecimento das regras e princípios do programa de descontração corporativa;

•        Canais de Comunicação Aberta e Direta – um instrumento muito útil não só para o empregado se manifestar quando sentir-se incomodado com determinadas brincadeiras ou abordagens, como também para a empresa, que tem nestes instrumentos uma prova importante para demonstrar sua boa fé e poder de direção; e,

•        Auditoria frequente – pois é sabido que “o que não se mede se perde!”. Mas conseguimos medir o bom humor nas organizações? Eu garanto que sim! Participe desta palestra e conheça as diversas maneiras possíveis.

Marcelo Pinto, o Palestrante do Bom Humor e filantropicamente conhecido como Doutor Risadinha, é Advogado Trabalhista e Gestor de RH, estando à frente da MP Assessoria Empresarial. Gelotólogo e Autor dos livros “Sorria, você está sendo curado” (Ed. Gente), “O Método S.M.I.L.E. para Gestão do Humor no Ambiente de Trabalho” (Ed. Ser Mais) e “WOW! Surpreenda Positivamente. O poder da surpresa para gerar bom humor, encantar o cliente, aumentar resultados e conquistar o sucesso”. Mantenedor do site www.palestrantedobomhumor.com.br.


quarta-feira, 25 de outubro de 2017

DOUTOR RISADINHA apresenta o SMILE MIRROR - só funciona se sorrirmos!

Booaaa taardeee Pessoal Risonho, tudo bem? Estou contente por compartilhar com vocês esta notícia sensacional e que vem ao encontro do que defendo em minhas palestras. Ela foi publicada hoje (25/out/17) no site TechBreak do Portal IG, com o título “Designer cria espelho que só funciona se a pessoa sorrir” e no site Observador de Portugal . É o Smile Mirror, cuja missão é motivar pacientes com câncer a sorrir. Confiram a matéria na íntegra:

Caso você acorde em um daqueles dias, nem passe em frente ao espelho high-tech criado pelo designer turco Berk Ilhan. Este é o Smile Mirror, inventado por ele para motivar as pessoas, principalmente pacientes que enfrentam câncer.

O aparelho parece com um tablet com uma tela opaca. Na parte superior há uma câmera conectada a um software de reconhecimento facial que captura todas as nuances do rosto.
  

Assim que parar na frente do gadget, ele só mostra o seu reflexo caso o software detecte um sorriso.


O designer passou dois anos desenvolvendo o produto enquanto fazia seu mestrado em Artes Visuais em Nova York. “Eu aprendi que suporte moral e apoio social são dois fatores muito positivos durante a batalha de um paciente”, disse o designer ao site da CNN.


Ilhan passou esse tempo visitando hospitais especializados no tratamento de câncer conversando com pacientes, cuidadores e oncologistas. Ele então percebeu como o sorriso pode ser uma ferramenta importante na cura para diminuir o estresse e até elevar o sistema imunológico.

O Smile Mirror surgiu de uma conversa com uma paciente. “Ela me disse que nos primeiros dias após receber o diagnóstico foi muito difícil olhar no espelho para ter a realidade de que tinha câncer. Nossas expressões faciais afetam a maneira como nos sentimos. Se nós usarmos os músculos do sorriso, nosso cérebro entende que algo bom aconteceu”, afirmou.

A razão, diz o The Guardian, está na ideia de que quando sorrimos — mesmo que seja um sorriso falso — isso nos faz sentir melhor e que o riso pode melhorar a função imunitária e até ajudar-nos a viver durante mais anos.

Ilhan agora está produzindo o Smile Mirror que está estimado para ser vendido entre os 2 mil e 3 mil dólares (isto é, entre 1.697 e 2.545 euros). Segundo o The Guardian, a ideia passará brevemente por um processo de angariação de fundos (financiamento coletivo) no site Kickstarter, para que Ilhan consiga produzir mais espelhos destes (e baixar o preço para abaixo de 500 dólares — 424 euros). A ideia é também conseguir doar alguns destes espelhos a hospitais.

E mais uma vez aproveito para solicitar à todos que me ajudem na divulgação desta matéria, do blog Espaço do Riso e tornarem-se SEGUIDORES para acompanhar tudo o que rola sobre os benefícios que o Riso e Bom Humor proporcionam à nossa saúde e relacionamentos pessoais e profissionais.

Sempre que precisar realizar eventos motivacionais, lembre-se de Marcelo Pinto – www.palestrantedobomhumor.com.br ! Desenvolvemos palestras e treinamentos criativos e com uma das melhores relações custo x benefício existentes no mercado.

Abraços, SORRIA E TENHA UM BOM DIA ®


ATENÇÃO! O Espaço do Riso não têm como objetivo diagnosticar ou tratar qualquer tipo de doença ou problemas físicos. Os artigos do blog são extraídos da própria internet, jornais e revistas. "Eles não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas"

terça-feira, 24 de outubro de 2017

DOUTOR RISADINHA recomenda: Sorria, rompa os padrões que você impôs a si mesmo!

Booomm Diiiaaaa Pessoal Sorridente, tudo beleza? Hoje compartilho com vocês um artigo publicado há exatamente um ano (23 de outubro de 2016) no site A Mente Maravilhosa, intitulado “Sorria, isso confunde as pessoas” baseado na obra “O Adolescente” de Dostoiévski. Dentre muitas frases maravilhosas, adorei esta: “O sorriso, assim como as mãos e os pés, são os traços mais reveladores de uma pessoa”. Confiram muitas outras, com a leitura na íntegra abaixo:


O escritor Fiódor Dostoiévski afirma em seu livro “O Adolescente” que se quisermos conhecer a verdadeira alma de alguém deveríamos prestar atenção na sua risada. O sorriso, assim como as mãos e os pés, são os traços mais reveladores de uma pessoa.

Um dia alguém pode gargalhar e mostrar sua alma em um segundo. O riso pode ser contagioso, natural, verdadeiro, ou simplesmente uma mentira. Existem pessoas que riem sem saber o porquê, seja porque surge uma emoção espontânea ou, ao contrário, porque surge a necessidade de agradar com uma resposta o que os outros expressam.

Numa escala “evolutivamente inferior” no que se refere ao campo da franqueza emocional, nós encontramos o sorriso. Não tão grande, não tão chamativo. Certamente mais austero em intensidade e mais frequente, o sorriso é o rótulo pessoal e psicológico que já vem de fábrica.

Às vezes é tremendamente poderoso. Prove. Sorria e confunda as pessoas. Elas podem se sentir agradecidas ao ver um sorriso em seu rosto. Que ao final do dia seu sorriso desemboque em risadas e gargalhadas tão irresistíveis como as de uma criança.

O sorriso, o filho da gargalhada e o nosso aliado emocional

Às vezes, ainda que estejamos quebrados por dentro e levemos alguns dias sem mostrá-lo, seria conveniente começar a esboçar um sorriso, não pela absurda imposição de mostrar-se feliz se você não está, mas sim para brindar a oportunidade de desafiar o que você sente, fazendo o que você precisa para começar a se recuperar.

Não se trata de se enganar, mas sim de fazer um favor a si mesmo. Rompa os padrões e os ditados que impõem suas emoções e sentimentos de desilusão, você não deve se mostrar leal a eles se isso significa sentir-se cada vez pior.

Esboce um sorriso em seu rosto para mostrar a si mesmo que você pode ser mais forte do que uma tristeza temporária: experimente o desafio de sorrir apenas um momento e mostrá-lo aos outros ainda que leve dias sem querer fazê-lo. Desafie seus desejos com seus fatos.

Sorria, rompa os padrões que tão fortemente você impôs a si mesmo

Às vezes acreditamos que ser fiéis a nós mesmos é agir literalmente da maneira como nos sentimos. Isso não corresponde exatamente com a realidade e é negativo para a nossa vida e para a daqueles que nos cercam. Ser fiel a seus princípios e a seus valores é diferente de ser um escravo do seu humor.

Agimos seguindo as ordens da nossa mente. “Como me sinto mal me permito o luxo de estar de mau humor. Não posso fazer nada. Os outros terão que aguentar, porque se estou de mau humor, triste ou estressado, é assim que funciona”.

Cumprindo com essas diretrizes na realidade você não é mais livre, você é um escravo do que pensa que precisa fazer sem remédio e, além disso, você entra numa rua sem saída. Como sair? Muito fácil, sorria e confunda os outros. Sorria e olhe-se no espelho, confunda a si mesmo às vezes.

É uma contradição que traz bons frutos à longo prazo. Rompa a monotonia do seu rosto e desafie o seu humor. Demonstre que “levantar com pé esquerdo” não o obriga a mancar durante o dia inteiro. Demonstre ao seu mundo interior que a realidade às vezes pode desafiá-lo, com lucro para você e para os outros que o cercam.

Sorria, confunda as pessoas que se acostumaram a vê-lo com poucas palavras e sem disposição. Sorria, confunda a si mesmo e seja presa dessa contradição, como um jogo ou um enigma emocionante. Sorria ainda que sinta vergonha de seus dentes imperfeitos, seu humor triste ou sua falta de disposição.

Sorria porque ninguém conhece o poder do seu sorriso até que você o empregue em seu dia a dia. Faça um favor ao mundo, tão acostumado a receber o fel que se sente excitado ao perceber o mel do seus lábios. Sorria sem dar-se conta do poder que desprende: você se verá envolto em algumas gargalhadas. A alegria é espontânea, mas o sorriso é o estímulo que pode desencadeá-la em você e nos outros.

E mais uma vez aproveito para solicitar à todos que me ajudem na divulgação desta matéria, do blog Espaço do Riso e tornarem-se SEGUIDORES para acompanhar tudo o que rola sobre os benefícios que o Riso e Bom Humor proporcionam à nossa saúde e relacionamentos pessoais e profissionais.

Sempre que precisar realizar eventos motivacionais, lembre-se de Marcelo Pinto – www.palestrantedobomhumor.com.br ! Desenvolvemos palestras e treinamentos criativos e com uma das melhores relações custo x benefício existentes no mercado.

Abraços, SORRIA E TENHA UM BOM DIA ®

ATENÇÃO! O Espaço do Riso não têm como objetivo diagnosticar ou tratar qualquer tipo de doença ou problemas físicos. Os artigos do blog são extraídos da própria internet, jornais e revistas. "Eles não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas"

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

DOUTOR RISADINHA DESTACA 10 BENEFÍCIOS INTERESSANTES SOBRE O RISO

Bom dia pessoas risonhas, aproveitaram o Feriado? Hoje para descontrair, compartilho com vocês 10 coisas interessantes que você não sabia sobre o riso, publicadas em 12 de outubro de 2017 no site “Fofoca ORG”. Nada que eu tenha deixado de destacar em minhas palestras, mas sempre é bom relembrar e reforçar:

Aqui estão dez curiosidades sobre o riso que vai fazer você… Bem, pelo menos, sorrir:


1. É uma medicina
Rir aumenta os níveis de cortisol em seu corpo. O cortisol é uma hormona que tem um papel ativo na luta contra os invasores, tais como vírus e bactérias, e estimula o sistema imunológico. Então, quando você ri, você literalmente torna se mais forte.

2. Ele combate o estresse
Isso dificilmente seria novidade para ninguém, mas tem sido cientificamente comprovado que rir alivia o stress.

3. É contagioso
É como bocejar. Estudos têm demonstrado que bocejar quando alguém boceja é como um sinal de empatia. Isto significa basicamente que é uma interação social. O mesmo vale para o riso.

4. É uma forma de exercício
Não, ele não vai ajudá-la a reduzir dois tamanhos em um mês, mas ele faz queimar calorias e aumenta o ritmo cardíaco, o que, se você está preso atrás de uma mesa na maioria do dia, é algo a se considerar, não é? Além disso, é divertido e melhor que suar em que bicicleta de academia.

5. É uma coisa de grupo, a maior parte do tempo
Estamos mais propensos a rir de um filme de comédia ou uma piada, se estamos com alguém, especialmente que conhecemos e gostamos, do que se nós estivermos só. Isso suporta a teoria de que o riso é uma coisa social. Mas quem se importa? Histórias da vida real mostram que às vezes rimos de nós mesmos. Não se preocupe com a sua sanidade mental, o riso é bom para você!

6. Ela estimula o sistema imunológico
Vamos referir-se a cientistas novamente. Estudos descobriram que o riso ativa as células guerreiras que lutam contra formações malignas. Em outras palavras, rir pode ajudar a reduzir o risco de desenvolver câncer, entre muitas outras coisas, é claro!

7. É uma coisa de mulher
Sim. As mulheres riem mais do que os homens. Claro, isso pode ser (assim diz a pesquisa), porque as mulheres tendem a rir de piadas de seus homens apenas para mostrar seu amor, mas o fato permanece. E não, isso não significa que as mulheres não são tão engraçadas quanto os homens, e as comediantes estão aí para provar isso.

8. Não é sobre as piadas
Pense sobre a última vez que você riu tanto que realmente chorou. Estamos dispostos a apostar que não estava apenas assistindo o mais recente “Big Bang Theory” ou outra comédia. Ou talvez estivesse assistindo a um seriado, mas em companhia especial. A coisa é, piadas não são uma causa necessária do riso, às vezes apenas discutir o seu dia agitado com uma amiga próxima pode dar-lhe mais risos do que mesmo a melhor comédia.

9. Faz laços mais fortes
Isso é igualmente válido para os relacionamentos românticos e para o escritório. Basta pensar nisso – você não se sentiria mais feliz trabalhando ao lado de pessoas com quem você pode rir? Quanto ao aspecto romântico do riso, aqui está uma outra pergunta: você pode ser feliz com um homem que não ri? Claro que não, razão pela qual os casais que riem mais são mais propensos a ficar juntos. Isso é o que a ciência diz.

10. Isso faz você ainda mais bonita
Ok, você pode acreditar que fazer beicinho é atraente, mas isso só é verdadeiro por um tempo, e um tempo curto. E aqui está um grande bônus: o riso é literalmente livre de efeitos colaterais. É tudo de bom!

Então é isso aí pessoal! Aproveito para solicitar à todos que me ajudem na divulgação desta matéria, do blog Espaço do Riso e tornarem-se SEGUIDORES para acompanhar tudo o que rola sobre os benefícios que o Riso e Bom Humor proporcionam à nossa saúde e relacionamentos pessoais e profissionais.

Sempre que precisar realizar eventos motivacionais, lembre-se de Marcelo Pinto – www.palestrantedobomhumor.com.br ! Desenvolvemos palestras e treinamentos criativos e com uma das melhores relações custo x benefício existentes no mercado.

Abraços, SORRIA E TENHA UM BOM DIA ®


ATENÇÃO! O Espaço do Riso não têm como objetivo diagnosticar ou tratar qualquer tipo de doença ou problemas físicos. Os artigos do blog são extraídos da própria internet, jornais e revistas. "Eles não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas"